Elon Musk é co-fundador e está ao comando da Tesla, SpaceX, Neuralink e The Boring Company.

Como co-fundador e CEO da Tesla, Elon comanda todas as fases de conceção, engenharia e produção global dos veículos elétricos, produtos de bateria e energia solar da empresa.

Desde a fundação da empresa, em 2003, a missão da Tesla consiste em acelerar a transição do mundo para a energia sustentável. O primeiro produto da Tesla, o veículo desportivo Roadster, lançado em 2008, foi seguido pelo sedan Model S, apresentado em 2012, e o SUV Model X, lançado em 2015. O Model S recebeu o prémio "Best Overall Car" da Consumer Reports e foi eleito Carro do ano de 2013 pela Motor Trend . O Model X foi o primeiro SUV a obter a classificação de segurança de 5 estrelas em todas as categorias e sub-categorias nos testes da National Highway Traffic Safety Administration. Em 2017, a Tesla deu início às entregas do Model 3, um veículo elétrico de comercialização em massa com mais de 320 milhas de autonomia, e revelou o Tesla Semi, concebido para proporcionar aos proprietários uma poupança de, no mínimo, 200 000 $ num milhão de milhas, com base apenas nos custos relacionados com combustível. Em 2019, a Tesla apresentou a Cybertruck, que terá melhor conveniência do que uma pick-up convencional e um desempenho superior ao de um veículo desportivo, bem como o Model Y, um SUV compacto cujas entregas começaram no início de 2020.

A Tesla produz ainda três produtos de armazenamento de energia, a bateria doméstica Powerwall, a bateria de escala industrial Powerpack e a Megapack, concebida para utilização em instalações de serviços. Em 2016, a Tesla tornou-se a primeira empresa com energia sustentável integrada verticalmente graças à aquisição da SolarCity, a principal fornecedora de sistemas de energia solar dos Estados Unidos e, em 2017, lançou o Solar Roof – um produto de produção de energia elegante e económico.

Como designer principal da SpaceX, Elon supervisiona o desenvolvimento de foguetões e naves espaciais para missões na órbita da Terra e, por fim, noutros planetas. Em 2008, o SpaceX Falcon 1 foi o primeiro foguetão de combustível líquido de desenvolvimento privado a alcançar a órbita. Em 2017, a SpaceX alcançou outro feito histórico, reutilizando pela primeira vez o foguetão Falcon 9 e a nave espacial Dragon. Pouco depois, o Falcon Heavy, o foguetão operacional mais potente do mundo, por um fator de dois, realizou o seu primeiro voo em 2018. Em 2019, a SpaceX realizou a primeira missão de demonstração com a versão tripulada da nave espacial Dragon. Em 2020, a empresa enviará pela primeira vez astronautas da NASA para a Estação Espacial Internacional. Com base nestes feitos, a SpaceX está a desenvolver o Starship – um sistema de transporte totalmente reutilizável que transportará tripulação e carga até à Lua, Marte e mais além ­– e a Starlink, que disponibilizará Internet de banda larga de alta velocidade em locais onde o acesso é pouco fiável, dispendioso ou totalmente impossível. Sendo pioneira na reutilização de foguetões, a SpaceX tem como objetivo de longo prazo tornar a espécie humana uma espécie multiplanetária, criando uma cidade auto-sustentável em Marte.

Elon é também CEO da Neuralink, na qual são desenvolvidas interfaces cérebro/máquina com largura de banda ultra-alta para estabelecimento de ligações entre o cérebro humano e computadores.

Além disso, fundou a The Boring Company, que combina a rápida e acessível tecnologia de construção de túneis com um sistema de transporte público totalmente elétrico, com o objetivo de reduzir o arrasador trânsito citadino e permitir viagens de alta velocidade e longa distância. A The Boring Company construiu um túnel de investigação e desenvolvimento com 1,15 milhas de comprimento em Hawthorne e está atualmente a construir o Vegas Loop, um sistema de transporte público no Las Vegas Convention Center.

Anteriormente, Elon co-fundou e vendeu o PayPal, o principal sistema de pagamentos na Internet do mundo, e o Zip2, um dos primeiros serviços de mapas e indicações da Internet.

Departamento de Imprensa

Imprensa mundial