A fábrica Tesla em Fremont, na Califórnia, é uma das fábricas de automóveis mais avançadas do mundo, com cerca de 50 hectares de espaço de produção e escritórios em cerca de 150 hectares de terreno. Após a aprovação da cidade de Fremont dos planos de expansão da Tesla, a empresa irá quase duplicar a dimensão das instalações para aproximadamente 93 hectares, criando milhares de novos postos de trabalho nos próximos anos.

Antes da Tesla, as instalações albergaram a General Motors de 1962 a 1982 e a New United Motor Manufacturing, Inc (NUMMI) da Toyota de 1984 até ao final da parceria, em 2009. A Tesla comprou as instalações em 2010 e remodelou-as extensivamente antes do lançamento do primeiro Model S, em junho de 2012. Para iluminar um espaço outrora escuro e fechado, a Tesla adicionou claraboias para os trabalhadores terem luz natural e pintou o piso com epóxi branco para criar um ambiente de trabalho limpo. As instalações têm também uma cafetaria, um ginásio, um centro de saúde e pátios exteriores.

Para apoiar o aumento da produção de veículos para os 500 000 automóveis por ano até 2018, a Tesla está focada em alcançar os sistemas de produção mais automatizados do mundo, garantindo que a força de trabalho da sua grande fábrica recebe formação nas competências avançadas exclusivas dos processos de produção da Tesla. Até à data, a Tesla já aumentou a taxa de produção da fábrica de Fremont em 400 por cento, uma taxa que só irá aumentar quando a Tesla iniciar a produção do Model 3, em 2017. A Tesla procura sempre atingir o nível mais elevado possível de perfeição dos veículos, e todos os Model S, Model X e Model 3 são produzidos em Fremont, onde também é fabricada a grande maioria dos componentes do veículo.

Mapa das instalações da fábrica da Tesla em Fremont, na Califórnia
Mapa das instalações da fábrica da Tesla em Fremont, na Califórnia